BLOGAGEM COLETIVA - INCLUSÃO SOCIAL

segunda-feira, 9 de março de 2009


Faz algum tempo, venho realizando um trabalho de Inclusão Social com uma instituição denominada CÁRITAS DE JESUS. Como me envolvi bastante, elaboramos um blog onde inserimos algumas fotos dos eventos... detalhe, não estou em foto alguma...




O que me lembro é do primeiro dia de ação social, na qual pude participar. Visitamos uma casa de reabilitação, para dependentes químicos. Mais ou menos algo do naipe abaixo:



Estávamos eu, o Pedagogo, mais dois colegas, sociólogo e psicólogo, além de nossa RP (chique, não??!!) que também é socióloga. Ahhh, levamos um "Pastor", também. Na verdade o cara é um grande animador baita trovador que tem um conhecimento bem variado das questões do mundo. Ele diz que o Pastor é aquele que conduz as ovelhas... e não deixa de estar certo.

Palestramos por cerca de uma hora. Primeiro nosso colega Psicólogo, falando sobre as drogas. Infelizmente, aquele público já era perito no assunto, então....

A seguir, nosso colega Sociólogo falou, levantando a galera. Falou com emoção, tocou o coração do pessoal, os que estavam babando no canto até se interessaram. O tema era algo em torno do Jovem e seu Papel na Sociedade.

Chegaram meus 20 minutos de fama. Falei sobre Planejamento Estratégico para a Vida. Sem multimídia nem nada, no gogó mesmo... Sorte que havia levado o plano "B" - alguns cartazes que utilizei algumas vezes nesta seara da vida. Nesta hora, dei valor por não ter posto fora algumas coisas da universidade. A apresentação original está aqui. Na verdade, eu só conto a estórinha do navio mesmo...
Vamos ao que interessa, quando abri a boca para proferir a primeira palavra, senti que algo estava diferente, parecia que alguém guiava minhas palavras. O pessoal foi assimilando, alguns até acordaram passou o efeito dos remédinhos... Chamei alguns para participar da dinâmica e isto acendeu o resto do pessoal. Foi lindo ver aquela turma estalando os olhos sem o efeito da coca, preenchendo suas cabeças com sonhos.

Fomos ovacionados pelo pessoal. Aquela energia era muito interessante e, naquele instante, percebi que meus 20 minutos de conversa fizeram diferença, pois naquele momento eles puderam esquecer a droga, esquecer o tráfico, dos remorsos, dos seus anseios e da labuta diária carpindo tudo que vem pela frente em um sol de rachar em que consiste sua recuperação.

Faça o bem sem olhar a quem. Se alguma Divindade existir, é nesse momento que irá se manifestar.

Esta é uma iniciativa de Esterança. Valeu!!!

4 Comentários/Sugestões:

Compondo o olhar ... disse...

lindo seu texto, parabens pela bela participação nesta gde idea, a blogagem coletiva.


abraços

Philip Rangel disse...

Muitas vezes pergunto como que simples atos de verdade como foi desempenhado pela Ester, nos faz entrar nesse mundo magico de verdade; esse mundo que ao mesmo tempo falamos de algo serio, encontramos novos amigos, novos conteudos. Isso se chama mudança, isso é incluir na sociedade, mostrando o que somos capaz. E hoje ao ler seu conteudo deparo com varias suspresas como essa, que faz eu parabenizar a vc.. pelo excelente trabalho...

Continuemos....abraços

"A gente nao faz amigos, reconhece- os"
Vinicius de MOrais

Philip Rangel disse...

Muitas vezes pergunto como que simples atos de verdade como foi desempenhado pela Ester, nos faz entrar nesse mundo magico de verdade; esse mundo que ao mesmo tempo falamos de algo serio, encontramos novos amigos, novos conteudos. Isso se chama mudança, isso é incluir na sociedade, mostrando o que somos capaz. E hoje ao ler seu conteudo deparo com varias suspresas como essa, que faz eu parabenizar a vc.. pelo excelente trabalho...

Continuemos....abraços

"A gente nao faz amigos, reconhece- os"
Vinicius de MOrais

Pedro Lima disse...

Fala ai chefe gostei muito do seu trabalho e quero voltar outras vezes com mais tempo para conhecer melhor.
Um abraço.